quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Foro Privilegiado fere a isonomia

O Ministro Toffoli não falha. Decepciona sempre.

A votação da limitação do foro privilegiado estava no STF. Poderia limitar o foro apenas a crimes realizados durante o mandato.

Por exemplo, um assassino que matou ANTES de ser eleito não teria direito ao foro.

Foro Privilegiado, em si, já é uma aberração.

Fere a ideia de isonomia. De que todos os cidadãos são iguais.

Cria uma casta de superprotegidos. Devasta a democracia. Não há muito o que pensar para acabar essa palhaçada.

Tudo ia bem na votação. Então Toffoli pediu vistas.

Quer entender melhor, sacumé, né?

Quando questionado sobre quando coloca o processo de novo para votação, respondeu:

"Assim que eu tiver uma posição, mas neste ano não mais."

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.


Nenhum comentário: