segunda-feira, 2 de julho de 2018

Com tornozeleira eletrônica, Laíre Rosado deixa CDP de Apodi


O ex-deputado federal Laíre Rosado deixou o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Apodi no último sábado, dia 30 de junho.

Laíre que é médico poderá exercer a profissão durante o dia, mas estará usando uma tornozeleira eletrônica e terá que se recolher para casa no período da noite.

É possível o uso de monitoração eletrônica como medida cautelar alternativa à prisão, quando a pessoa está respondendo ao processo e ainda não foi condenada.

Nesse sentido, quando o juiz entender que não é necessária a prisão preventiva, ele pode determinar que se use a tornozeleira, que permite um controle sobre o réu.

Regulamentada por lei desde 2010 no Brasil, a monitoração eletrônica virou uma das grandes estrelas com as recentes prisões de políticos.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: