terça-feira, 27 de novembro de 2018

A escassez

Os futuros secretários do governo Fátima Bezerra já estão cientes de que irão administrar a escassez.

A prioridade não é a construção de novas obras e sim concluir as atuais. As mais urgentes são as obras hídricas, que dependem da boa vontade do governo federal.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: