quarta-feira, 20 de março de 2019

Academia Apodiense de Letras comemora 13 anos neste sábado

Presidente Vilmaci Viana
Escritores, pesquisadores e artistas se reúnem às 17h deste sábado no auditório da Casa de Cultura Popular para comemorar os 13 anos de criação da Academia Apodiense de Letras (AAPOL). O momento será marcado pela apresentação da última pesquisa da imortal Mônica Freitas sobre a história do município e a importância dos povos tradicionais.

Fundada em 2006, a AAPOL segue o modelo francês de academia com 40 sócios e patronos, sócios correspondentes e outras honrarias. Seu primeiro trabalho foi valorizar nomes significativos da cultura apodiense, de maneira a permitir, a partir e através deles, a preservação da memória e da história local.

O pesquisador Marcos Pintos foi o presidente fundador ao lado do jornalista José de Paiva Rebouças, vice-presidente. Em 2017, assumiu o comando a escritora Vilmaci Viana e Caubi Torres vice-presidente que tem dando novo ritmo aos trabalhos e atividades, colocando a AAPOL nas atividades culturais locais. Eles também inauguraram o Museu do Livro de Apodi em 2018.

Durante o evento deste sábado, também será lançado o plano de ação 2019, cujo objetivo é oferecer à sociedade ações de cultura, educação e literatura gratuitamente. Os membros apresentarão suas propostas de atividades que devem ser desenvolvidas ao longo do ano.

A sede da Academia Apodiense de Letras funciona na Casa da Cultura Popular de Apodi.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: