sexta-feira, 15 de março de 2019

Estudantes de todo o mundo estão protestando na sexta-feira. Porque?

Greta Thunberg, que iniciou um movimento global de jovens pedindo ação contra a mudança climática, após um protesto em Estocolmo no mês passado. Crédito: Elisabeth Ubbe para o New York Times

O que começou como uma vigília de um estudante pedindo ação sobre a mudança climática se tornou global, com greves de escolas planejadas em mais de 100 países na sexta-feira. Aqui está uma olhada em como os protestos climáticos se espalham e como os líderes políticos estão respondendo.

Quando uma adolescente sueca, Greta Thunberg, se sentou diante do parlamento de seu país em agosto, ela era uma manifestante solitária, armada com panfletos que diziam que ela estava se recusando a ir à escola para protestar contra a falta de preocupação dos adultos por seu futuro.

Estudantes protestaram no Capitólio dos Estados Unidos na sexta-feira. Crédito: Ting Shen para o New York Times

De Sydney a Seul, de Berlim a Nova York, as crianças fugiram em massa da escola na sexta-feira para exigir ações contra a mudança climática.

Foi uma demonstração gritante do alarme de uma geração. Foi também um vislumbre da raiva dirigida a pessoas idosas que, na opinião dos manifestantes, não levaram o aquecimento global suficientemente a sério.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: