quarta-feira, 3 de julho de 2019

Estados farão as suas reformas

Os governadores saíram, ontem, da casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com a certeza de que seus estados ficarão de fora do texto do relator da reforma da Previdência em votação na comissão especial. O relator Samuel Moreira (PSDB-SP) deixou o encontro pregando a tese de que seria melhor deixar para o plenário da Câmara o debate sobre incluir estados e municípios nas novas regras de aposentadoria.

No caso de os Estados ficarem de fora, os governadores terão que enviar uma MP às assembleias legislativas para uma reforma exclusiva. Em medidas provisórias, o mínimo exigido para aprovação é de 3/5 dos deputados em plenário, ou seja, 30 votos.

Mas o presidente da Câmara propõe que os Estados apenas ratifiquem nas assembleias o que for votado no Congresso, isso, claro, coma inclusão de Estados e Municípios. Neste caso, seriam necessários apenas maioria simples – 14 votos.

Dos nove governadores do Nordeste, apenas Wellington Dias (PT), do Piauí, Camilo Santana (PT), do Ceará, João Azevedo (PSB), da Paraíba, e Renan Filho (MDB), de Alagoas, bateram ponto, ontem, na casa de Rodrigo Maia, para discutir a reinclusão dos Estados e Municípios na reforma da Previdência. A governadora Fátima Bezerra preferiu cumprir agenda em Natal.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Um comentário:

Nemias salvador disse...

Quando quebra vem a Brasília em busca do nosso pouco dinheirinho.