sábado, 26 de outubro de 2019

Risco do Brasil virar Chile

Há um clima de tensão e apreensão em Brasília, com fortes ruídos entre os corredores do Congresso, a Esplanada e o Congresso, consequência do julgamento sem data ainda definida, pelo Supremo Tribunal Federal, da validade da prisão amparada na condenação em segunda instância.

Há receio de que se o STF soltar o ex-presidente Lula e a quadrilha que assaltou os cofres da Nação no escândalo da Lava Jato o povo vá às ruas, como no Chile, protestar. O clima de convulsão social nas ruas de Santiago, capital do Chile, teve como estopim o aumento das tarifas de ônibus. Em reação, os manifestantes depenaram o patrimônio público, incendiaram ônibus, trens do metrô e até prédios administrativos. Na esteira da violência, muitos perderam suas vidas.

No Brasil, dependendo do que o STF venha decidir, cenas semelhantes podem jorrar sangue nas ruas. Soltando Lula, os nobres ministros do Supremo podem incendiar o País.

Nenhum comentário: