http://s01.transmissaodigital.com:7048 Blog ApoDiário: Hoje o RN enterra mais um policial. O que podemos dizer?

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Hoje o RN enterra mais um policial. O que podemos dizer?

Por Erick, O Caçador

Com uma média de um policial assassinado a cada dez dias (números redondos), esse Estado vai mal, muito mal. Proporcionalmente (em relação ao número de habitantes), a situação de mortandade policial é pior do que no Rio de Janeiro (que afinal, ocupa as manchetes e recebe Intervenção Federal).

Não há nenhuma estratégia de combate às Facções Criminosas Prisionais, que prosperam. Sequer a verba federal para construção de presídios é utilizada integralmente, num descaso impensável para um Estado que passou recentemente por vários episódios de rebelião prisional com repercussão nacional e internacional.

O déficit de policiais é de cerca de 11.000 homens. Não há concurso público à vista. A polícia civil opera com 25% do efetivo previsto, a PM tem cerca de 75% desse efetivo. Mais de mil policiais prestam serviços no Poder Legislativo, enquanto as ruas ficam carentes de policiais de serviço.

O Policial do RN tem salário atrasado, de valor baixo, pouca estrutura e reiteradas decisões do Estado no sentido de investigá-lo, monitorá-lo, abandoná-lo. Um policial desse Estado não se sente amparado pelo aparato público, muito pelo contrário! Nem sua família também...

Pensões de policiais mortos demoram a ser pagas e, frequentemente, apresentam outros problemas.

E hoje, o solo do Rio Grande do Norte receberá o corpo do Cabo PMRN Waldenberg, mais um defensor da Sociedade assassinado friamente. No Estado com violência mais crescente e descontrolada do Brasil, isso é o normal.

O que vai mudar? Nada. Não se espera mais desse Governo, e as opções de candidatos à vista, para as próximas eleições, não dão margem para boa esperança.

Fazemos votos que o guerreiro descanse em paz. E que o Estado tenha a decência de facilitar a vida da família policial enlutada.

Erick Guerra, O Caçador

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: