segunda-feira, 18 de junho de 2018

Santa Missa no CDP de Apodi


A população carcerária do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Apodi teve uma manhã diferente nesta segunda-feira (18). A Santa Missa de hoje foi celebrada no Centro de Detenção Provisória (CDP) que faz parte da programação da Peregrinação da Imagem de São João Batista, foi um momento muito forte.

Deus permitiu-me, na segunda, 18/06, a graça de ir celebrar a Missa no Centro de Detenção Provisória, aqui em Apodi – Rio Grande do Norte, dentro da programação da Peregrinação da Imagem de São João Batista.


"Momento de muita comunhão e muita espiritualidade. Súbito, me vi cercado por centenas de detentos, em um espaço impecavelmente limpo, preparado por eles para a Missa", comentou Padre Chagas.

"Essa é uma forma deles serem contemplados pelo ano santo e receberam as bênçãos advindas D'ele. Eles estão fisicamente detidos, mas se forem capazes de entender esta mensagem, poderão descobrir o caminho para a porta da liberdade espiritual".

Momento da comunhão. Fotos: Nájara Melo

O padre ainda acredita que cada um pode ter uma segunda chance, mas para isso é preciso experimentar uma mudança de coração. "Algo aconteceu para eles estarem aqui, mas se cada um fizer jus ao nome desse local, um centro provisório, poderão ter essa experiência apenas como passagem para uma vida nova", completou.

"Foi um momento muito forte, alguns se emocionaram, principalmente cantando a oração de São Francisco", disse Leneide Maia.


O diretor geral da unidade, Márcio Morais, considerou importante a iniciativa. Segundo ele, os valores familiares e religiosos são fundamentais para qualquer ser humano e não é diferente para a população carcerária. "Hoje foi um dia de paz aqui. Ao entrarmos nas celas, é possível sentir essa paz e eles foram levados à reflexão. Repensar é bom e eles sentiram que alguém acredita neles, se sentem em família", explicou.

Ao final, o clamor: "padre precisamos e queremos mais presença da Igreja aqui!"

Logo após a Missa foi servido um café da manhã para os detentos.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: