segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Os desafios de Fátima e Carlos

Por Jânio Duarte

Falta praticamente um mês para o desfecho da disputa eleitoral no Rio Grande do Norte. A campanha, como sabemos, é de tiro curto, fruto de uma mini-reforma eleitoral que ao fim das contas favorece a manutenção dos espaços de poder em detrimento da possibilidade de renovação, se bem que em nosso Estado não se configura isso.

Por isso mesmo, com menos tempo no guia, menor exposição, menor estrutura e diante de um eleitor desinteressado, convenhamos, Brenno Queiroga (Solidariedade), Dário Barbosa (PSTU), Freitas Júnior (Rede), Heró Bezerra (PRTB) e Professor Carlos Alberto (PSOL) sabem que, por mais boa vontade que tenham com o estado, vão assistir à polarização cada vez maior entre Fátima Bezerra (PT) e Carlos Eduardo (PDT).

E correndo por fora, o atual governador Robinson Faria (PSD).

Assim, é sobre os desafios, vantagens e desvantagens de cada candidatura que recaem as dúvidas de quem acompanha o processo eleitoral.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: