terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Opinião: o povo se lasca com novo mínimo e Deputados embolsam R$ 33 mil de uma vez

Por Machado Freire*

Imagine só. Os 513 deputados federais estão embolsando 33, 7 mil na maior cara de pau, para um tal auxílio moradia (ou coisa que o valha), muitos deles (reeleitos) sem sair do endereço antigo.

Enquanto isso, a Câmara Federal banca, hoje, 2769 pensionistas – com pagamentos mensais que variam entre 8 mil e 33,7 mil.

São os chamados ”direitos adquiridos” por parlamentares que exerceram o mínimo de dois mandatos.

Enquanto isso, milhões de trabalhadores lascados, cheios de filhos, recebem um mísero salário e se aposentam depois de contribuir durante 35 anos, ou idoso, a partir de 65 anos.

É uma disparidade imoral esse “direito adquirido”, que beneficia os parlamentares e alguns casacudos da Justiça.

Fica provado que quem promove, alimenta e se dar bem com as desigualdades são mesmo aqueles que as deveriam combatê-las, no caso os parlamentares e representantes da Justiça. Eles fazem e aplicam as leis!

As coisas melhorariam se eles tivessem o mínimo de sensibilidade e respeito à classe trabalhadora!

Para que 8 deputados federais no Rio Grande do Norte e na maioria dos estados brasileiros? Bastaria 4 parlamentares.

Para que 24 deputados estaduais. 12 resolveriam. São quase 30 vereadores em Natal. Quinze seriam suficientes de sobra.

E vamos reduzir pela metade a remuneração de todos eles. Para que tanto dinheiro na conta dos deputados federais, estaduais e vereadores?

A maioria da Nação Brasileira (a nossa Pátria Amada) amarga a vida com um salário mínimo, e é quem de fato trabalha e carrega o País nas costas!

No dia que o povo acordar para esta realidade, imoralidade, falta de respeito ao povo e insensibilidade para com a classe trabalhadora- idosos e a juventude, o Brasil será verdadeiramente dos brasileiros e não, apenas, de uma casta ignóbil e desumana.

Vamos trabalhar com a cabeça, minha gente!

* O jornalista Machado Freire é editor do jornal Folha do Sertão.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.


Nenhum comentário: