sexta-feira, 8 de março de 2019

Prefeitura de Apodi emite nota sobre os pacientes acometidos de glaucoma

Nota Explicativa:

O município de Apodi, por meio da secretaria municipal de Saúde vem esclarecer, que já está com a resposta pronta para ser protocolada junto ao Ministério Público, dentro do prazo solicitado, onde demonstra de forma clara e inequívoca que os munícipes de Apodi acometidos de glaucoma, bem como os que ainda não tem diagnóstico da enfermidade, nunca deixaram de serem assistidos pela secretaria municipal de saúde.

Assim que a gestão assumiu em 2017, os pacientes eram encaminhados para a cidade de Alexandria, na clínica Cied, devidamente habilitada para tal serviço. Entretanto diante de várias reclamações por parte dos usuários, sobretudo no tocante ao trajeto, a secretaria municipal de Saúde, atendendo ao princípio da acessibilidade e vontade daqueles que se utilizam do serviço, de forma legal, transferiu o serviço para Mossoró, na clínica Otorrinos, também devidamente habilitada pelo Ministério da Saúde.

Passaram-se alguns meses e começaram a reclamar do serviço, sobretudo no atraso da entrega dos colírios, tendo até mesmo o Ministério Público, notificado a secretaria municipal de Saúde sobre essa reclamação. A secretaria municipal de Saúde de forma oficial cobrou da clínica explicações e a mesma informou, também oficialmente, que estaria regularizando todo o atendimento. Porém, aumentaram ainda mais as reclamações, chegando ao ponto de a secretaria municipal de Saúde, após se comunicar com vários usuários, retornar o serviço para a cidade de Alexandria, na mesma clínica Cied, onde acontece até os dias atuais.

Vale salientar que o município não é o responsável direto pela compra e/ou dispensação dos colírios. A secretaria é responsável pela busca ativa, pelo cadastramento e encaminhamento dos usuários à clinica habilitada referida, sendo a mesma responsável direta pela compra e/ou dispensação dos colírios, bem como pelas consultas e diagnósticos/reavaliação quando necessárias essenciais e inerentes a enfermidade glaucoma. Logo percebemos que os usuários nunca deixaram de ser assistidos pela secretaria municipal de Saúde, alguns problemas que surgiram, foram única e exclusivamente por parte da clínica credenciada, como também a secretaria municipal de Saúde de forma incisa sempre cobrava veementemente a regularização das inconformidades.

Na secretaria de saúde tem um funcionário específico para atender aos pacientes: ligar, promover a triagem, providenciar o transporte e acompanhar os pacientes até a clínica especializada. E isto e feito rotineiramente de forma ininterrupta ao longo de todos os meses da gestão.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: