segunda-feira, 1 de julho de 2019

Criação de galinhas caipiras é alternativa de renda para agricultores familiares de Apodi


Considerada como um sabor inigualável a galinha caipira é, certamente, um dos pratos preferidos dos nordestinos. Além da carne a galinha caipira produz um ovo de excelente qualidade e extremamente requisitado pela população, não só das cidades de interior, mas também dos grandes centros. É justamente a galinha caipira que vem sendo uma alternativa rentável para os agricultores familiares no município de Apodi, no oeste do estado.

Um programa de governo, criado pela Prefeitura Municipal Apodi, para a manutenção do homem no campo está sendo responsável pela geração de renda de uma família composta por 4 pessoas. O programa é o “Pinto Caipira”, único do gênero no estado do Rio Grande do Norte, que já distribuiu 51.500 aves para pequenos agricultores do município.

Morador do Sítio Alto da Boa Vista, o produtor rural Francisco Nailton Pereira Paiva, 44, vive com sua esposa e três filhos. A partir do programa do “Pinto Caipira”, o criador conta hoje com 1.500 galinhas verdadeiramente caipira. Ele fornece a ave abatida para toda a cidade e ainda mantém uma produção diária com mais de 500 ovos.

“Iniciei em 2017, desde a primeira edição do programa que eu adquiri os pintos, desde então não parei mais. Hoje vendo a galinha e os ovos tanto para as pessoas que me procuram como para pequenos comércios. Por aqui os dois produtos são extremamente requisitados, talvez pela qualidade”, comenta.

O assessor de serviços comunitários da Secretaria Municipal de Agricultura, Irrigação, Recursos Hídricos e Meio Ambiente Fábio Roberto Dantas Gurgel, falou que o incentivo para a produção funcionava também, além de fonte de renda para as famílias, como um regulador de preço para os produtos. “Com a criação da galinha caipira e a conseqüente produção dos ovos temos um preço justo para o produtor e para o consumidor final”, garantiu.

O médico veterinário Alisson Rafael, que presta serviços de assessoria para os agricultores e produtores do município, falou sobre a importância do manejo correto na criação das aves. “A matriz é a mesma o que diferencia se a galinha será caipira ou não é a alimentação, a forma de criação em si. Aqui temos as características idéias para a criação da galinha verdadeiramente caipira”, disse.

Os pequenos agricultores adquirem o pinto caipira na secretaria de agricultura tendo incentivo no valor da aquisição. Além do programa que subsidia o valor do pinto caipira, uma parceria entre a prefeitura de Apodi e a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte – EMPARN, a gestão mantém convênio com a Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB, para a efetivação do “Programa do Milho” que permite que o agricultor compre o milho por um valor inferior ao praticado no mercado.

Para o prefeito de Apodi Alan Silveira (MDB), o incentivo é mais uma forma de garantir que o homem do campo tenha uma melhor qualidade de vida “Criamos importantes programas de valorização do homem do campo. O “Pinto Caipira” é um destes. Através deste incentivo o pequeno agricultor pode ter uma renda durante todo o ano, melhorando significativamente sua qualidade de vida no campo”, comentou.

A produção de ovos e aves caipiras surgiu como uma boa alternativa para o tamanho da propriedade, oferecendo baixo custo para implantação e retorno rápido. O programa  de governo “Pinto Caipira” que já distribuiu 51.500 aves, beneficiando 1.046 famílias, mudou a vida de Nailton e de sua família, “Hoje minha única fonte de renda é a criação das galinhas caipira, a procura pelos meus produtos é constante”, finalizou.

Agricultor aumenta renda vendendo pelo Whatsaap
O agricultor apodiense Nailton Pereira Paiva, aumentou suas vendas depois que adquiriu um telefone com acesso a internet. É através do aplicativo de troca de mensagens chamado Whatsaap que o agricultor realiza grande parte de suas vendas. “Basta mandar mensagem que faço a entrega. Hoje muita gente compra dessa forma”, disse.

Outro fator que tem contribuído para o sucesso das vendas pelo aplicativo foi o compartilhamento, por parte dos amigos e clientes satisfeitos, da venda das aves e ovos “Meus amigos começaram a divulgar, aí muita gente tem me procurado. Eu faço entrega duas vezes por dia na cidade, pela manhã e a tarde”, comentou.

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.

Nenhum comentário: