sábado, 20 de julho de 2019

Driblando o desemprego

A Esplanada dos Ministérios é endereço certo de praticamente todas as manifestações que acontecem na Capital do Brasil. Os mais variados protestos, contra tudo e a favor de qualquer coisa acontecem ali. Difícil uma semana que não haja centenas e às vezes milhares de pessoas indo àquele cenário para elogiar ou falar mal das autoridades atuais ou ex mandatários, das questões que afligem setores da sociedade etc.

Esse nosso amigo aí da foto é um exemplo perfeito do cidadão que tem de se virar para vencer a crise do desemprego. É um dos 13 milhões de brasileiros que não conseguem posto de trabalho. Para conseguir algum dinheiro, usa a criatividade. Ele mesmo idealizou e construiu um carrinho de tábuas com pneus de bicicleta. Na verdade, é uma banca de produtos. Aliás, uma vitrine móvel na qual apresenta uma curiosa variedade de pequenas mercadorias.

Para a grande maioria, são somente momento de abrir a voz contra algum lance do poder. Para ele, não. Não está nem aí para as questões da política. Ao contrário, é pura oportunidade de negócio, de faturamento. Oferece a preços módicos quinquilharias de baixo custo. Tem de bótons de “Lula livre!” a “Moro Neles!”. Estatuetas da Justiça e miniaturas de pistolas. Bandeirolas de “Volta Dilma” e de “Viva Bolsonaro”. Chaveiros com a estrela do PT ou com apoio à Operação Lava-Jato. Doces e salgados.

Ao fim de cada manifestação, arrecada entre 90 e 100 reais. Torce para que haja passeata todos os dias porque é com elas que garante esse faturamento. Ainda que pouco, consegue sustentar a família.

Por Orlando Brito

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI e no Instagram clicando AQUI.


Nenhum comentário: