quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Prefeito rico desvia água paga por pobre

Dois episódios não republicanos, ontem, no Nordeste, serviram apenas, de forma insofismável, para reafirmar que o setor público no País se confunde com um emaranhado de safadeza e corrupção.

Enquanto em João Pessoa o governador João Azevedo (sem partido), cria do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), jogava com o seu ex-guru, hoje rompido, a Paraíba nas páginas policiais, pilhados numa operação da Polícia Federal metendo a mão em R$ 1,4 milhão para adoçar a boca de políticos aliados igualmente gatunos, na flagelada Salgueiro, onde se paga caro por água comercializada em carros pipas, o prefeito Clebel Cordeiro (MDB), de fortuna rara em terras euclidianas, é detido pela Polícia Federal sob a acusação de desvio de água do canal da Transposição para irrigar sua fazenda de maracujá.

São políticos dessa estirpe que arrastam para o fundo do poço, também, as raríssimas exceções de homens públicos sérios e probos no País.

Por Magno Martins


Nenhum comentário: