domingo, 26 de julho de 2020

Reabertura das atividades aumenta responsabilidade da sociedade

Foto: Jânio Duarte

A reabertura das atividades econômicas no Rio Grande do Norte, após três meses de paralisação oficial devido ao novo coronavírus, tornou a responsabilidade da sociedade civil ainda mais importante para conter a pandemia. As atividades começaram a ser reabertas no dia 1° de julho através de um decreto estadual e, desde então, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) alerta para o risco de uma “segunda onda de casos” se não os cuidados sanitários não forem cumpridos. Entretanto, a fiscalização do cumprimento das medidas, responsabilidade das autoridades públicas, apresentou falhas durante todo período da pandemia.

As principais recomendações para a sociedade civil, segundo especialistas, são evitar sair de casa em casos desnecessários ou que podem ser resolvidos de outra forma, manter a higienização das mãos e, se for preciso sair, utilizar a máscara – item exigido no Rio Grande do Norte por decretos estaduais e municipais – e evitar aglomerações, mantendo a distância de pelo menos um metro e meio nos locais. Clique aqui e continue lendo.

Nenhum comentário: