segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Banco Central: há 15 anos, maior furto a banco no Brasil entrava para a história


Não existe crime perfeito, e a história do furto ao Banco Central de Fortaleza está para provar. Voltando no tempo de hoje para 15 anos atrás, estaríamos na última semana em que um grupo de assaltantes a banco e estelionatários cava um túnel por debaixo da Avenida Dom Manuel, partindo de uma casa em direção ao Banco Central. Faltava pouco para, entre os dias 6 e 7 de agosto, subtraírem R$ 164 milhões. Mas era apenas o fim do começo, pois também se iniciava uma das maiores investigações policiais, para a qual foi necessário até cortar na carne da própria Polícia.

A "Operação Toupeira" trouxe à sociedade nomes de pessoas consideradas líderes do grande grupo formado, entre eles Antônio Jussivan Alves dos Santos, o "Alemão"; Luís Fernando Ribeiro, o Fernandinho, e Davi Salviano da Silva, o 'Véi Davi'. Fernando, que conseguiu o dinheiro para dar início ao plano criminoso, foi morto dois meses após o furto depois de ser sequestrado - apenas um dentre os vários casos envolvendo os "beneficiários" do furto milionário.

Fonte: Diário do Nordeste


Nenhum comentário: